Anemia ataca novamente…

Ai sim fomos surpreendidas novamente… Há pelo menos 2 meses comecei a sentir tontura toda vez que estou sentada/deitada e levanto, tenho enxergado bolinhas pretas, sem contar na falta de fôlego, raciocínio lento e coisas do gênero. Ah isso tudo começou depois de um sangramento intenso que tive fora de época… Marquei o ginecologista e comentei o ocorrido e os sintomas, ele solicitou a contagem de ferritina… ZALUMMMM ela estava lá no chão… O mínimo para mulheres é de 12 a minha está 5… Marquei o Dr. Juliano (cirurgião bariátrico) e ele me fez todas aquelas perguntinhas corriqueiras de quando a ferritina cai:

Tem comido carne vermelha com frequência? (sim)
Tem comido legumes de cor verde escura? (sim)
Tem tomado as vitaminas diariamente? (sim)
Como ta a menstruação? (aí contei tudo q aconteceu)

Resultado, tomar novamente noripourum pra elevar a ferritina.. Não me lembro da outra vez se cheguei a pesquisar o que é a ferritina, mas desta vez pesquisei e achei muito legal o que ela faz e pra que ela serve…. Dá ma lida que vale muito a pena.

Presente em todas as células, especialmente naquelas envolvidas na síntese de compostos que contêm ferro (precursores eritróides) e no metabolismo e reserva do ferro (hepatócitos e macrófagos). A ferritina pode ser encontrada sob a forma de depósitos intracitoplasmáticos, inclusões lisossômicas ou como aglomerados visíveis ao microscópio (hemossiderina).
O ferro da ferritina é facilmente mobilizável quando o organismo dele necessita. A ferritina circulante reflete diretamente o nível de ferro estocado no organismo, sendo um dos parâmetros mais importantes para diagnóstico diferencial da anemia ferropriva, detecção do excesso de ferro e avaliação do estado férrico.

Função
A função primária da Ferritina é de acumular o ferro intracelular protegendo a célula dos efeitos tóxicos do metal livre constituindo uma reserva de ferro rapidamente mobilizável. A maior parte da Ferritina no organismo encontra-se no fígado e nas células do sistema retículo endotelial do fígado, baço e medula óssea, quantidades menores encontram-se no coração, no pâncreas e nos rins. Pequenas, mas significativas quantidades de Ferritina encontram-se no soro humano.
A ferritina é uma proteína de estocagem que sequestra o ferro e pode transformar o ferro bivalente em ferro trivalente ativo. A ferritina, uma proteína da maior importância no armazenamento de ferro, normalmente aparece em pequenas quantidades no soro. Em adultos sadios, os níveis séricos de ferritina são diretamente relacionados à quantidade de ferro disponível armazenado no corpo e pode ser medida, com precisão, por radioimunoensaio.

Diminuição da ferritina
A carência de ferro pode ser devida a perdas excessivas (hemorragias digestivas, hemorróidas, ulcerações digestivas, regras abundantes); à má absorção (diarréias, gastrectomia). O déficit de ferro ocasiona uma diminuição das defesas imunitárias e, portanto, de um lado, uma menor resistência às infecções, e de outro, um risco adicional de câncer por esta menor resistência,além de alteração das estruturas epiteliais.
Valores de Ferritina inferiores ao valor normal indicam, com certeza, carência de ferro e permitem o diagnóstico diferencial entre anemia ferropriva (da carência de ferro) e anemias devidas a outras causas.

Déficit de ferro

O déficit de ferro processa-se no organismo em três estágios:
* Primeiro estágio: ocorre diminuição da ferritina sérica, elemento do sangue que está diretamente relacionado com as reservas de ferro.
* Segundo estágio: a diminuição fica por conta da concentração de ferro sérico e aumento da capacidade de ligação do ferro.
* Terceiro estágio: restrição da síntese de hemoglobina, instalando-se a Anemia.

O valor da Ferritina Sérica pode ter aumento de duas a quatro vezes na presença de infecções e processos inflamatórios, o que faz diminuir o seu valor diagnóstico. (fonte: Wikipédia)

2 pensamentos sobre “Anemia ataca novamente…

  1. Pingback: Alimentos que ajudam a combater anemia « Rumo à Bariátrica?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s